Objetivo

Assim como a Igreja tem a missão de formar um exército conhecedor da Palavra de Deus, queremos ser a parte do exército que vai à frente, com os levitas, louvando e dançando com atos proféticos através dos movimentos do nosso corpo. Através da dança podemos adorar, evangelizar, ensinar, restaurar; assim estamos a serviço do Reino de Deus.

Quando?

Todos os sábados
Fale conosco.

Reflexão

Através da dança expressamos nossa adoração com intensidade a Deus. Como fez Davi quando, diante da Arca da Aliança, dançou com todas as suas forças. “Davi, vestindo um manto sacerdotal de linho, dançou com todo o entusiasmo em louvor a Deus, o Senhor”. (2 Samuel 6:14), desejamos fazer. Nossa dança não tem valor se não tiver Deus como o centro. Porque “Nele vivemos, e nos movemos, e existimos” (Atos, 17:28). Notamos que não há regra para expressar uma dança ao Senhor, mas há uma razão: nossa gratidão pela presença dEle em nossas vidas. Davi estava tão feliz e tão agradecido por ter novamente a Arca do Senhor (a presença do próprio Deus) que não se conteve e dançou com todas as suas forças.

Em nossos ensaios, para todas as idades ensinamos a importância de entender que a dança é um instrumento de adoração ao Senhor. Acreditamos em profetas, guerreiros, adoradores, intercessores que dançam, fazendo existir assim uma dança profética, de guerra, adoração e de intercessão. Podemos ser usados por Deus para, através da dança, pregar a Palavra, curar os enfermos, libertar os cativos, apregoar o ano aceitável do Senhor. Somos apenas o canal e a dança é a ferramenta que Deus usa em nós para o Seu Reino ser implantado.

Temos uma promessa de restauração na dança, veja: “Então, a virgem se alegrará na dança, e também os jovens e os velhos; tornarei o seu pranto em júbilo e os consolarei; transformarei em regozijo a sua tristeza” (Jeremias 31:13). Temos vivido esse tempo em nossa Igreja: Deus transformou o pranto em júbilo. O tempo de cantar chegou e Ele já nos presenteou com um Vinho Novo. O Salmista nos convida a usar a dança como adoração e louvor a Deus: “Louvai-O com adufes e danças […] Todo ser que respira louve ao Senhor. Aleluia!” (Salmos 150). Quem pode dançar diante do Senhor? Todo ser que respira. Você respira? Então você está convidado a dançar diante da presença de Deus.

“Somos profetas, guerreiros, pregadores, intercessores, evangelistas que dançam”.