Pedi, e dar-se-vos-á
Por Denise Lopes

confiar

“E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Lucas 11:9)

Na correria do nosso dia-a-dia, em meio a tantas lutas e anseios que aparecem, nos surpreendemos muitas vezes tendo a seguinte reação: Tentando resolvê-los ou até mesmo realizá-los com nossas próprias forças e entendimento. E isso independe do nosso tempo de caminhada com o Senhor. Às vezes estamos desapercebidos e, quando nos damos conta, lá estamos novamente, tentando controlar a situação ou resolvê-la com nossos próprios recursos e forças.

A verdade quanto a isso é: Não temos recursos e nem condições. Como o próprio Senhor diz: “… sem Mim nada podeis fazer”. E mesmo assim, não vivemos isso nem nas mínimas coisas, nem nas lutas e anseios grandes do nosso coração. Quando percebemos estamos nos desgastando e perseguindo a todo custo para chegar ao objetivo por um caminho que nós julgamos que seja o melhor, sem orar e buscar ao Senhor.

A palavra já instrui sobre como devemos agir diante dessas situações:

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. (Filipenses 4:6)

E porque então, nos inquietamos ao invés de apresentar nossas petições diante do Pai?

“E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?” (Lucas 11:11-13)

Que aprendamos a apresentar TODAS as nossas petições, e a entregar tudo o que acontece em nossas vidas (até as coisas mínimas) no altar, diante do nosso Pai em oração, e sem medo, mas com ousadia, sabendo que como nosso Pai, Ele está sempre com os ouvidos inclinados a nos ouvir e nos ajudar lembrando sempre:

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” (Jeremias 29:11)