Nosso Deus: Nossa força diante das batalhas
Denise Lopes

batalha

Não me entregues à vontade dos meus adversários; pois se levantaram falsas testemunhas contra mim, e os que respiram crueldade. Pereceria sem dúvida, se não cresse que veria a bondade do Senhor na terra dos viventes. Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor.”, Salmos 27:12-14

São tantas situações contrárias e provações que vivemos no dia-a-dia que, por alguns instantes, podemos “chegar a pensar” que não vamos conseguir e que seremos consumidos porque estamos completamente cercados.

Mas, nessas horas que devemos nos lembrar que existe uma mão poderosa que está sobre as nossas vidas, e olhos poderosos que estão sobre nós o tempo todo, nos sondando em cada direção e em cada passo que damos. Que desde o nosso despertar, durante todo o dia e enquanto dormimos, o Senhor nos visita e cuida de nós.

Porque então teríamos medo de sucumbir diante de nossos adversários ou mesmo lutas que se levantam em nossas vidas se Maior é O que está em nós?

Se o Senhor mesmo nos diz em Sua palavra que nEle somos mais que vencedores e, que Ele estaria conosco todos os dias até a consumação dos séculos? O cenário pode parecer contrário, até impossível aos olhos humanos, mas não vivemos mais para ver o natural e sim o sobrenatural de Deus, porque cremos que o nosso Deus é muito maior do que qualquer situação e, que para Ele, não há nada impossível.

Davi sabia disso desde a sua mocidade, e ao enfrentar o gigante Golias, não foi para cima do mesmo considerando suas forças ou mesmo analisando as possibilidades que ele mesmo tinha (se tivesse considerado isso com certeza não teria se arriscado, pois era algo naturalmente impossível: Que um menino despreparado, munido de apenas cinco pedrinhas e uma funda derrotasse um gigante, o maior guerreiro de um exército inteiro). Mas Davi pensou unicamente no seu Deus, o Senhor dos Exércitos, que podia fazer o sobrenatural através de sua vida, e se deixou ser usado por Deus para isso.

Tanto que, mais tarde, sempre que se via cercado por seus inimigos, Davi não recorria as suas próprias forças, mas, ao Seu Deus, porque sabia e conhecia o Deus em quem cria e, confiava unicamente nEle para socorrê-lo e livra-lo de seus inimigos.

Que aprendamos com esse exemplo de Davi, e que lembremos sempre que o nosso Deus é Fiel, e nos dá livramento em todas as batalhas que enfrentamos. Não há nada impossível para Deus, e com Ele seremos sempre mais que vencedores!

E quando as lutas apertarem, e parecer que não temos mais saída, a solução é aquietarmos o nosso coração nEle e lembrarmos que Ele SEMPRE é Fiel!

“Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca. Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor.” Lamentações 3:25-26.